Endurecer dentes? Sim ou não, quando e como?

Tratamento térmico em sprockets e engrenagens é sempre bom fazer? Qual o melhor método? O que devemos procurar num sprocket com dentes endurecidos?
Aliás, o que é tratamento térmico?
Agora, acabado o jogo de só perguntas, o tratamento térmico é a modificação das propriedades de um aço através de calor e frio.
Existem muitas formas de fazer isso, mas aqui falaremos só da têmpera e a cementação, que são as mais comuns para rodas dentadas e engrenagens.

• Cementado – Consiste em colocar a peça a ser tratada dentro de um forno, coberta por material cementante, que pode ser coque, carvão vegetal ativado, etc.
• Têmpera por chama – Aquece-se a peça com um maçarico até a temperatura desejada, posteriormente se resfria a peça por meio de água ou óleo.
É o médio mais econômico de endurecer peças de tamanho grande, acima de 300mm.
• Têmpera por indução – Este tratamento é igual à têmpera por chama, com a exceção de que o aquecimento é feito com um indutor eletromagnético; isso acelera o processo de aquecimento e controla melhor a temperatura, com que se obtém maior consistência em grandes quantidades de peças.
Recomenda-se para peças pequenas, ou para sprockets usados em correntes de serviço extra-pesado, pois resulta caro se vamos endurecer poucas peças de grande porte.

Engrenagem Martin

Tratamento Térmico por Chama

Dito isso, se queremos incrementar a vida útil de um acionamento de corrente, é bom fazer uma têmpera nos dentes, mas seguindo alguns lineamentos básicos:

Primeiro, sugerimos desconsiderar a cementação, esse tratamento térmico está indicado em casos onde a peça inteira precisa ser endurecida, e em sprockets e engrenagens (exceto automotivos) isso raramente será necessário, além de que, não é em qualquer tipo de aço que funciona bem e as peças ainda precisam ser retificadas após o tratamento.
A recomendação é sempre têmpera, considerando as seguintes regras básicas:
• Se a relação de velocidade for maior do que 2,5:1, endurecer somente o sprocket menor, pois este gira mais rápido e sofrerá maior stress.
• Com relações de velocidade menores podem-se endurecer os dentes dos dois sprockets.
• Quanto ao tipo de têmpera, ela depende mais do tipo de peça e da aplicação, na maioria das aplicações a têmpera por chama oferece uma boa relação custo benefício.
Pronto! Os seus sprockets de aço de alto carbono vão lhe dar o melhor rendimento possível!!!

Por quê “aço de alto carbono”? Porque se os sprockets que você usa são feitos com outro tipo de aço (tipo 1018, 1020 ou A-36), você não vai obter os mesmos bons resultados.

Por quê? Siga conectado que daqui a pouco teremos uma outra matéria ao respeito.

Um abraço,

Equipe Solutec Industrial

Consulte-nos, a Solutec está a seu serviço!

Email: [email protected]

Fone: (19) 3604 6299 | (19) 3604-7871

(19) 9.8187 7132  (WhatsApp)

 

Plantão 24 horas para melhor atendê-lo:

(19) 97112-0805

 

Rua Florindo Cibin, 2788 – Parque das Nações – Americana – SP – 13470-070